Os pilotos da Ducati Lenovo Team, Francesco Bagnaia e Jack Miller, encerraram o Grande Prêmio de Doha disputado na noite deste domingo (4) no circuito de Losail, no Qatar, em sexto e nono lugares, respectivamente.

Largando com o sexto tempo mais rápido, Bagnaia foi o protagonista de uma boa recuperação nas primeiras etapas da corrida, depois de escorregar para a décima posição após a largada. Autor da volta mais rápida, o piemontês subiu ao terceiro lugar, mas a seis voltas do fim cometeu um erro no final da reta que lhe custou várias posições, e cruzou a linha de chegada em sexto. Até Miller, que largou com o quarto tempo mais rápido, conseguiu passar para a luta pelo pódio depois de escorregar para trás no início da corrida, mas durante a décima terceira volta, após um contato com Mir, voltou a perder algumas posições e terminar em nono.

Após as duas primeiras corridas da temporada de 2021, Pecco está em quarto lugar na classificação geral, enquanto Jack está em nono lugar. Na classificação de construtores, a Ducati é a segunda, enquanto a Ducati Lenovo Team ocupa a quarta posição na classificação reservada às equipes.

Graças ao segundo lugar conquistado hoje com a Desmosedici GP da Pramac Racing Team, Johann Zarco assumiu a liderança na classificação geral de pilotos, quatro pontos à frente de Quartararo e Viñales que foram segundo e terceiro, respectivamente, com pontos iguais. Grande corrida para o seu companheiro de equipa Jorge Martín que, depois de liderar com maestria a prova durante 18 voltas, alcançou o primeiro pódio no MotoGP na segunda corrida da categoria principal.

“Infelizmente a corrida de hoje não correu como eu esperava. Não consegui começar bem e na primeira volta fiquei em décimo lugar. Perdi muito tempo tentando recuperar o atraso e no final cometi um erro que me custou muito caro. Lamento porque hoje as sensações com a minha moto foram muito boas e senti que também tinha o ritmo certo para lutar pela vitória. A experiência de hoje certamente me servirá para o futuro”, disse Francesco Bagnaia (# 63 Ducati Lenovo Team) – 6º.

“Em comparação com a semana passada, as minhas sensações com a moto foram muito melhores e tinha a certeza que podia lutar por um bom resultado. Apesar de ter perdido algumas posições após o contato com Mir, consegui reduzir rapidamente a diferença com os pilotos da frente. Infelizmente, nas últimas voltas comecei a sofrer de com meu braço e já não conseguia andar como queria. Nas próximas semanas vou tentar resolver este problema para voltar a ser competitivo a partir de Portimão”, destacou Jack Miller (# 43 Ducati Lenovo Team) – 9º.

O Campeonato Mundial de MotoGP estará de volta à pista dentro de duas semanas para o Grande Prêmio de Portugal, programado para 16 a 18 de abril no Autódromo Internacional do Algarve, em Portimão.

*Foto de abertura: Pecco Bagnaia # 63 Ducati Lenovo Team

Ducati

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui