A tranquilidade do mar, retratada pelas mãos da artista plástica Leila Costa Quaglio , pode se vista na exposição “Mar Doce Mar”, no Memorial Casa Libaneza em Cravinhos-SP, onde permanecerá até o dia 30 de abril e depois poderá ser vista no instagram da artista: @leilacostaquaglio.

Caracóis, conchas, ouriços e corais, de vários tamanhos e espécies, além de representações humanas de formas e sensações trazidas pelo mar, são a maior parte da mostra, feitas de cerâmicas esmaltadas.

Nas esculturas macro de caracóis pode-se ouvir a reverberação das ondas sonoras, pois além da busca incessante da artista por retratar fielmente a natureza , ela procura também transmitir as sensações da sua mágica relação com o mar.

Na exposição podemos ver 4 mulheres: a “Água”, com seu cabelo de corais; a “Areia”, fundindo-se em seu elemento, simbolizando a entrega, o relaxamento total diante da presença grandiosa e tranquilizadora de Deus, representado pelo mar. A inspiração da artista veio das proporções representadas por um grão de areia em relação à praia, de um ser humano a um oceano. Há ainda a “Vento” ao lado da “Paz”, ambas simbolizando as sensações trazidas pela brisa do mar.

O processo de estruturação das peças é, em sua maioria, feito por duas partes de argila moldada, unidas e polidas, que passam por duas etapas de queima: uma para a transformação da argila em cerâmica e outra para a esmaltação (pintura).

Além das cerâmicas lindamente apresentadas, em meio a pequenas representações de praias, com areia e conchas, podemos ver também, uma série de quadros de corais pintados em técnica mista, a partir de fotos feitas por ela mesma e o marido na Grande Barreira de Corais em Cairns, na Austrália.

Divulgação
Emerson Quaglio
equaglio@hotmail.com

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui