A Siemens obteve junto à Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) a homologação para implementar um novo sistema de comunicação operacional e digitalização em aeroportos de todo o país. Denominado AeroMACS (Aeronautical Mobile Airport Communication System), a ferramenta facilita a operação e gestão dos centros aeroportuários ao gerar dados e imagens em tempo real por meio de ativos móveis (aeronaves, veículos, escadas de embarque, etc) e fixos (como radares e sensores nas pistas).

A companhia é a primeira empresa no Brasil a obter a aprovação para implementar o novo sistema nos aeroportos. A regulamentação para o uso do AeroMACS pela Anatel ocorre após cerca de dois anos de testes realizados no Aeroporto Internacional Tom Jobim (RIOgaleão), no Rio de Janeiro.

O novo sistema de comunicação móvel por banda larga facilita a gestão do centro aeroportuário ao transmitir dados e imagens em tempo real para os operadores do aeroporto de todos os ativos que abrangem o local. Essas informações são obtidas por meio de sensores e câmeras instaladas em equipamentos utilizados na operação, gerando dados importantes para auxiliar na complexa gestão dos aeroportos, como: monitoramento de veículos, fluxo de passageiros em áreas específicas, maior controle das aeronaves na pista, entre outros.

“Esse é um sistema que já existe em alguns aeroportos no exterior e a Siemens passa a ser o primeiro fabricante no Brasil a obter essa homologação para usar essa faixa de frequência específica. A partir de agora, qualquer aeroporto do país poderá ter um sistema de comunicação banda larga que opera de maneira integrada envolvendo companhias, aeronaves e o próprio centro aeroportuário”, afirma Vitor Maganha, engenheiro de aplicação da Siemens. “O AeroMACS gera ainda diversos dados que vão agilizar as decisões nessa complexa operação, e também gerar insights para planos de inteligência futura”, completa.

Um exemplo da aplicação dessa solução é a verificação da lâmina d’água na pista, que normalmente é realizada manualmente e informada por rádio à torre de controle – sendo essa uma comunicação suscetível a falhas dependendo das condições no local. Com o AeroMACS, o veículo utilizado para a análise é equipado por câmeras e sensores que passam informações detalhadas e em tempo real aos operadores da pista, elevando o grau de confiabilidade e segurança por meio dos dados gerados.

O sistema da Siemens foi desenvolvido em conjunto pelas áreas de Digital Industries e Smart Infrastructure, e atende um padrão mundial desenvolvido com a tecnologia de comunicação WiMAX.

Digital Industries

A Digital Industries (DI) da Siemens é líder em inovações de automação e digitalização. Colaborando com parceiros e clientes, promove a transformação digital nas indústrias de processo e manufatura discreta. Com seu portfólio de soluções para a indústria digital, fornece a empresas de todos os portes um conjunto completo de produtos, soluções e serviços para integrar e digitalizar toda a cadeia de valor. Otimizado para atender às necessidades específicas de cada setor, o portfólio exclusivo da DI ajuda os clientes a obter mais produtividade e flexibilidade. A DI constantemente adiciona inovações ao seu portfólio para integrar futuras tecnologias de ponta. Com sua sede global em Nuremberg, na Alemanha, tem cerca de 76 mil funcionários no mundo inteiro.

A Siemens AG (Berlim e Munique) é uma potência global de tecnologia que se destaca por sua excelência em engenharia, inovação, qualidade, confiabilidade e internacionalidade há mais de 170 anos. Atuando no mundo todo, a empresa concentra-se em infraestrutura inteligente para edifícios e sistemas de energia distribuída, e em automação e digitalização nas indústrias de processo e de manufatura. A Siemens reúne os mundos digital e físico para beneficiar os clientes e a sociedade. Por meio da Mobility, fornecedora líder de soluções de mobilidade inteligente para transporte ferroviário e rodoviário, a Siemens está ajudando a moldar o mercado mundial de serviços de passageiros e de carga. Por sua participação majoritária na empresa de capital aberto Siemens Healthineers, a Siemens também é fornecedora líder mundial em tecnologia médica e serviços de saúde digitais. Além disso, a Siemens detém uma participação minoritária na Siemens Energy, líder global na transmissão e geração de energia elétrica que está listada na bolsa de valores desde 28 de setembro de 2020. No ano fiscal de 2020, encerrado em 30 de setembro de 2020, o Grupo Siemens gerou uma receita de €57,1 bilhões e um lucro líquido de €4,2 bilhões. Em 30 de setembro de 2020, a empresa contava com cerca de 293.000 funcionários em todo o mundo.

No Brasil, a Siemens iniciou suas primeiras atividades em 1867, com a instalação da linha telegráfica pioneira entre o Rio de Janeiro e o Rio Grande do Sul. Em 1905, ocorria a fundação da empresa no País. Ao longo de sua história no Brasil, a Siemens contribuiu ativamente para a construção e para a modernização da infraestrutura. Atualmente, a empresa Siemens conta com seis fábricas e quatro centros de Pesquisa e Desenvolvimento espalhados por todo o território nacional. Para mais informações acesse nosso website: http://www.siemens.com.br.

Siemens Brasil
InPress Porter Novelli

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui