Uma dúvida comum de quem vê a performance de um carro da Stock Car nas pistas se refere a possíveis semelhanças com um carro de passeio. A estética parecida de um carro de corrida com um veículo de rua contribui para tais comparações.

Estruturalmente, um carro da Stock Car e um carro normal são bem diferentes. Um carro de rua é concebido para primar pelo conforto, segurança e durabilidade. Já o Stock Car é desenvolvido para ir ao limite de sua potência, gerando desgaste excessivo de diversos componentes, como pneus, suspensão e freios, além do consumo muito maior de combustível.

Para se ter uma ideia, um pneu de carro comum pode durar mais de 30 mil quilômetros. Já um pneu de um carro da Stock Car pode durar apenas 300 quilômetros.

Apesar de bem diferentes no que se refere à potência, aerodinâmica e durabilidade, os carros da Stock Car e de rua têm algo em comum: ambos utilizam os mesmos produtos para manutenção, proporcionando alta performance, durabilidade e segurança. São soluções em adesivos, selantes, vedantes, lubrificantes e de limpeza.

“As soluções usadas no dia a dia evoluíram de tal forma que puderam ser perfeitamente introduzidas em competição de velocidade, não havendo necessidade de criar fórmulas específicas. São produtos que aliam alta tecnologia, resistência e qualidade comprovada”, explica Célio Ruiz, gerente de Assistência Técnica para Adesivos e Selantes da Henkel para América Latina.

Um dos principais nomes da nova geração de pilotos da Stock Car, o piloto Bruno Baptista, da equipe Team RC, explica essa relação próxima de um carro de corrida com um veículo normal: “O carro de Stock Car tem algumas particularidades bem conhecidas, como a gaiola de aço, que protege o piloto de capotamento, e o chassi bem rente à pista, para que o carro tenha maior aderência. Por outro lado, toda linha de adesivos, de lubrificação e vedação é a mesma de carros normais, pois apresenta excelente performance mesmo quando levada à pista para competições com carros com potência muito maior”, destacou Bruno Baptista.

Saiba mais como funcionam esses produtos aplicados no carro da Stock Car e em carros de passeio

Produtos para adesão de para-brisas: Quem não se recorda dos carros antigos que usavam borracha para fixar o para-brisa no carro? Era uma forma que trazia grandes riscos à segurança em casos de fortes impactos, pois o para-brisa acabava se desprendendo do carro, com risco dos ocupantes serem ejetados pela parte frontal.

Já os carros atuais e os carros de Stock Car utilizam adesivos de máxima adesão do para-brisa, dando maior segurança ao motorista e passageiros de um carro de passeio e aos pilotos da Stock Car. Esses adesivos permitem alto desempenho de segurança e maior suporte do para-brisa na estrutura de carros normais e da Stock Car.

Adesivo para travamento de roscas e parafusos: Adesivos anaeróbicos garantem maior segurança, pois evitam a corrosão, afrouxamento e soltura de porcas e parafusos. Seja em um carro normal ou em um da Stock Car, o produto pode ser usado no câmbio, ponta de eixo, suspensão − caixa de direção − e em conexões roscadas em geral que sofrem impacto e vibração.

Produtos de vedação de flanges: Comercializados em redes automotivas, produtos feitos à base de silicone resistem a vibrações e a altas temperaturas, seja em um carro da Stock Car ou em veículos normais.

Limpadores e desengraxantes de peças: Seja em um carro comum ou em um carro da Stock Car, é preciso limpar os componentes mecânicos e suas superfícies antes de fazer alguma reparação ou montagem. Portanto, a remoção de resíduos é essencial. Soluções à base de solvente eliminam diversos resíduos (gordura, óleos, lubrificantes, limagens, entre outros) e são usados para a limpeza e desengraxe no momento das operações de manutenção.

Henkel América Latina
InPress Porter Novelli

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui