O meu trabalho como assessor de imprensa envolveu também, em alguns momentos, ações de Relações Públicas nas quais pude conviver com pessoas famosas, artistas e personalidades que estamos mais acostumados a ver apenas nas telas do cinema ou na televisão.

Quando a Volkswagen lançou, em 1988, o novo Santana com motor 2.000, no tempo em que existiu a Autolatina, Miguel Jorge, jornalista e diretor de comunicação da empresa, teve a ideia de oferecer a empresários, artistas e personalidades o veículo por um período de 15 a 20 dias para conhecer suas virtudes e diferenciais, e, caso desejassem, a opção de compra do mesmo por um preço promocional, na época, abaixo do valor de mercado.

Hoje seria como as campanhas junto a influencers e formadores de opinião. E, apesar de as empresas automotivas não utilizarem desse tipo de programa com a frequência desejada, o objetivo dessas ações ou eventos promocionais é simples e direto: tornar os veículos mais conhecidos dessa parte importante do público e, ao mesmo tempo, valorizar o produto ao serem vistos ou conduzidos por personalidades ilustres. As pessoas, ao ver um automóvel, uma roupa ou qualquer produto sendo usado por uma personalidade famosa, inconscientemente entendem como uma aprovação ou escolha.

Mas voltando ao final dos anos 80 e ao lançamento do Santana 2.000, o programa alcançou grande sucesso com total aprovação dos participantes, dos quais vários adquiriram os veículos testados para uso pessoal.

Pelo nível e abrangência nacional do programa da Autolatina, funcionárias foram treinadas para estabelecer o contato, explicar o seu funcionamento e duração, e, em caso de aprovação, informar os procedimentos para a entrega e posterior retirada do automóvel. Além do carro, uma mensagem de agradecimento acompanhava uma embalagem com brindes alusivos à ação.

O programa provocou grandes e agradáveis surpresas e, a principal delas, foi provocada pelo ator Raul Cortez, que preferiu ir até a sede da Autolatina, naquela época no bairro da Chácara Santo Antonio, na zona Sul da cidade de São Paulo, para devolver o automóvel e agradecer a cortesia, relevando a elegância que sempre exibiu em seu trabalho de exposição pública. Neste caso, a vida real imitando a arte cênica.

Aquele ator que exibia conduta exemplar em seu trabalho no teatro, nas novelas ou em entrevistas que concedia mostrou, ao vivo, que não se tratavam apenas de cenas ensaiadas para valorizar um personagem. Era próprio dele.

Nós, da Autolatina, tivemos a sorte de conhecer pessoalmente o ator e sentir que os valores que demostrava em seu trabalho artístico era o seu comportamento natural. Simplesmente nos deu uma lição de comportamento pessoal e reforçou o respeito e admiração pela sua conduta.

A grande maioria dos participantes foi cordial, digna do prestígio que desfrutam ou desfrutaram de seu trabalho de exposição comportamental, de respeito às cortesias recebidas, com a devolução dos automóveis no prazo estabelecido e tiveram a preocupação de colocar o automóvel à disposição com mensagens de agradecimentos.

Houve também os desligados que esqueceram da data de devolução exigindo um contato para acertar o momento da entrega dos veículos.

Depois do sucesso com este programa, a Autolatina e, posteriormente a Volkswagen e a Ford, realizaram diversas outras ações similares como reforço aos lançamentos de modelos como o Gol GTi, Santana Executivo, e os importados Ford Explorer e Taurus.

*Esta e outras histórias narradas pelo jornalista Luiz Carlos Secco você pode ouvir no podcast Muito Além de Rodas e Motores. Acesse: https://soundcloud.com/user-645576547/famosos-e-influencers-para-reforcar-a-imagem-dos-novos-veiculos?si=195899e338d9482f8b58a4573e2626a8

*Luiz Carlos Secco trabalhou, a partir de 1961 até 1974, na empresa S.A. O Estado de São Paulo e Jornal da Tarde, além da revista AutoEsporte. Posteriormente, transferiu-se para a Ford, onde foi responsável pela comunicação da empresa. Com a criação da Autolatina, passou a gerir o novo departamento de Comunicação da Ford e da Volkswagen. Em 1993, assumiu a direção da Secco Consultoria de Comunicação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui