A Ducati tem o prazer de anunciar o início de sua era elétrica: a partir da temporada de 2023 será o único fornecedor oficial de motocicletas para a FIM Enel MotoE™ World Cup, a classe elétrica do Campeonato Mundial de MotoGP ™.

O acordo assinado com a Dorna Sports, organizadora e promotora dos mais importantes campeonatos internacionais de corridas de duas rodas, dura até 2026 e, portanto, abrangerá quatro edições do Mundial de MotoE.

Este é um passo histórico para a fabricante de motos Borgo Panigale que, seguindo o seu costume de utilizar a competição automóvel como laboratório de tecnologias e soluções que se tornam realidade para todos os motociclistas, entra no mundo das motos elétricas a partir do setor mais esportivo, o da classe elétrica do Campeonato Mundial de MotoGP.

O objetivo é desenvolver expertise e tecnologias em um mundo em constante evolução como o elétrico, por meio de uma experiência familiar à empresa como a das competições automobilísticas. Esta tem sido uma tradição consolidada para a empresa de Borgo Panigale a partir da Ducati 851, que inaugurou a tendência Ducati das motos esportivas de estrada, revolucionando o conceito com seu inovador motor de dois cilindros refrigerado a água, injeção eletrônica de combustível e o novo eixo duplo, cabeçotes de quatro válvulas, derivados da moto Ducati 748 IE que fez sua estreia em corridas de resistência em Le Castellet em 1986.

Desde então, esta transferência interminável de experiência sempre ocorreu desde o Campeonato Mundial de Superbike, no qual a Ducati participou desde a primeira edição em 1988, e do MotoGP, no qual a Ducati é a única fabricante de motocicletas não japonesa a ter vencido um Campeonato Mundial.

O cruzamento também é evidente nos produtos mais recentes e prestigiosos da fabricante Borgo Panigale: o motor V4 do Panigale é, na verdade, estritamente derivado de toda a sua filosofia de construção – desde as medidas de furo e curso até o virabrequim contra-rotativo – do motor que estreou na Desmosedici GP em 2015. O V4 Granturismo que equipa a nova Multistrada V4 foi então derivado do motor Panigale. Todo o software de controle do veículo também é derivado diretamente daqueles desenvolvidos no mundo das corridas. Sem falar no campo da aerodinâmica.

As soluções tecnológicas desenvolvidas no mundo das corridas, transferidas para os produtos que compõem a gama, permitem à Ducati oferecer aos seus entusiastas motos de altíssima performance e diversão de conduzir. O FIM Enel MotoE™ World Cup também não será exceção a este respeito e permitirá à Empresa desenvolver as melhores tecnologias e metodologias de teste aplicadas a motociclos elétricos desportivos, leves e potentes.

Ao mesmo tempo, o fato da Ducati fazer parte do Grupo Volkswagen, que fez da mobilidade elétrica um elemento essencial de sua estratégia “New Auto” para 2030, representa o melhor pré-requisito para um extraordinário intercâmbio de experiências no campo dos motores elétricos.

O anúncio do acordo foi feito durante uma conferência de imprensa conjunta na sala de imprensa do Circuito Mundial de Misano ‘Marco Simoncelli’, na véspera do Grande Prêmio Made in Italy e Emilia-Romagna, da terceira à última etapa do Campeonato Mundial de MotoGP 2021. Carmelo Ezpeleta, CEO da Dorna Sports, e Claudio Domenicali, CEO da Ducati Motor Holding, estiveram presentes.

Este primeiro passo da Ducati no mundo das motocicletas elétricas também terá influência na evolução da gama de produtos. Agora, os desafios mais importantes neste campo continuam a ser os do tamanho, peso, autonomia das baterias e disponibilidade de redes de carregamento. A experiência da Ducati na FIM Enel MotoE™ World Cup será um suporte fundamental para P&D de produtos, junto com a evolução fisiológica da tecnologia e da química. O objetivo é estudar como produzir, assim que a tecnologia permitir, um veículo elétrico Ducati esportivo, leve, emocionante e capaz de satisfazer a todos os entusiastas.

Um novo capítulo da FIM Enel MotoE™ World Cup está mais perto do que nunca. E da Ducati também.

Ducati

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui