A TE Connectivity implantou em sua unidade industrial de Bragança Paulista, SP, um sistema de desmineralização de água que vai reduzir em 70% o consumo do líquido por meio de reutilização de efluentes no processo de galvanoplastia. Este sistema consiste na eletrodeposição de um metal sobre outro metal, o que permite a condutividade elétrica, fator fundamental nas linhas de montagem da empresa.

Mesmo com seus efluentes sendo 100% tratados de acordo com as normas ambientais no âmbito municipal, estadual e federal, a TE está implantando melhorias e buscando processos cada vez mais sustentáveis e vinculados à sua política de meio ambiente, como parte de seus objetivos firmados pelo Sistema de Gestão Ambiental – ISO14001:2015.

A empresa investiu cerca de 350 mil reais neste sistema que oferece amplos benefícios em termos de produtividade, financeiros, sociais e ambientais. A TE também realiza a gestão de 100% dos resíduos por meio de programas de reciclagem e coprocessamento e vem trabalhando para eliminar a destinação dos resíduos orgânicos e não recicláveis em aterro até 2024 por meio do Projeto Aterro Zero.

O projeto está em fase de desenvolvimento e consiste na aquisição de dois biodigestores, considerados equipamentos fundamentais para eliminar o descarte de resíduos orgânicos, ou seja, eliminar o envio de resíduos para aterro. Outro ponto de destaque deste projeto é que o próprio biogás gerado nos biodigestores será utilizado nos fogões do restaurante. “Esperamos efetivar esse projeto já no segundo semestre deste ano”, afirma Alexandre de Freitas Inácio, Supervisor de EHS – Meio ambiente, Saúde e Segurança.

Com o objetivo de sempre aprimorar seus projetos de sustentabilidade, a empresa vem reduzindo anualmente seu consumo de energia elétrica. Praticamente em toda a fábrica, bem como em áreas de escritório, passaram a utilizar iluminação de LED. Esse ano reduzimos em 7% o consumo de energia elétrica quando comparado com o mesmo período do ano anterior.

Além de suas responsabilidades ambientais, a empresa também foca nas ações sociais. A TE, apoia por exemplo a ONG REPARAÇÃO em Bragança Paulista, que é uma organização não-governamental sem fins lucrativos, que se dedica, por meio de trabalho voluntário, à reforma de casas de famílias que não se encontram em condições mínimas de habitação.

A TE Connectivity também investe continuamente em programas sociais de qualificação profissional para jovens em condições de vulnerabilidade social. A empresa realizou em fevereiro do ano passado a formatura de mais 11 alunos da 4ª turma do Projeto Formare, projeto educacional e de responsabilidade social, que visa capacitar jovens de baixa renda, de 16 a 18 anos, para o mercado de trabalho e é inteiramente conduzido por funcionários voluntários da TE na própria unidade da empresa, desde o processo de seleção até a graduação. A metodologia é elaborada pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR). “Neste ano já temos nova turma e estamos seguindo com a continuidade do projeto”, finaliza Alexandre.

A TE Connectivity é líder global em tecnologia industrial, que cria um futuro mais seguro, sustentável, produtivo e conectado. Sua ampla gama de soluções de conectividade e sensores, comprovadas nos ambientes mais adversos, permitem avanços em transporte, aplicações industriais, tecnologia médica, energia, comunicações de dados e casa. Com mais de 85.000 profissionais, incluindo mais de 8.000 engenheiros, trabalhando ao lado de clientes em aproximadamente 140 países, a TE garante que TODA CONEXÃO CONTA. Saiba mais em http://www.te.com e no LinkedIn, Facebook, WeChat e Twitter.

TE Connectivity
MM Editorial

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui