Um dos grandes players entre os produtores de MDF no Brasil, a Greenplac, subsidiária do Grupo Asperbras, tem buscado a autossuficiência e sustentabilidade de seu processo produtivo.

Após o início das atividades da fábrica de resina no início de 2020, a empresa se prepara para a inauguração da planta de formol, instalada no complexo industrial da Greenplac, em Água Clara (MS). “A nova fábrica terá capacidade de produção para atender a demanda da Greenplac e, ainda, para venda para o mercado exterior”, diz o presidente do Conselho de Administração da Asperbras, José Roberto Colnaghi. “Por esse motivo, investimos na produção de insumos de qualidade, nas certificações ambientais, modernização do maquinário e verticalização dos processos, pois sabemos que isso influencia diretamente no produto oferecido ao mercado,” reforça.

O resultado desses investimentos é uma das maiores conquistas da Greenplac – no ano em que a indústria completa dois anos de atuação, a empresa recebeu a recomendação ao selo FSC – CoC (Cadeia de Custódia). Concedido pelo Conselho Brasileiro de Manejo Florestal, o selo internacionalmente reconhecido identifica florestas manejadas com responsabilidade, capazes de conciliar as salvaguardas ecológicas com os benefícios sociais e a viabilidade econômica. A empresa, que embarcou nos processos finais para a conquista do selo, deve recebê-lo no início do segundo semestre.

Verticalização e sustentabilidade

Com as novas fábricas, a empresa continua a verticalização de seus processos, tornando a Greenplac produtora de 80% dos insumos utilizados na fabricação de MDF, pois já utiliza eucalipto de plantações próprias, resina de produção interna e água de reuso. A energia da indústria também é proveniente de fontes próprias – a Usina Termelétrica de Guarapuava, no interior do Paraná, é outra subsidiária do Grupo Asperbras e alimenta a planta da Greenplac indiretamente, por meio de compensação energética.

Recentemente, a UTE passou por um processo de modernização e reforma de seus equipamentos. Os testes necessários ocorrerão nos próximos meses e, assim, possibilitarão a redução do consumo de biomassa na geração de energia elétrica, que poderá atingir sua capacidade total nominal de 12,3 megawatts por hora.

Considerada limpa por especialistas, a energia a partir de biomassa articulada ao sistema de produção industrial acaba tornando o processo ainda mais sustentável, pois sua combustão devolve à natureza apenas o carbono que a planta utilizou para crescer.

Expansão dos negócios e complexo industrial

De áreas de reflorestamento até uma moderna planta industrial, a empresa vem verticalizando todo o processo o produtivo, apostando em negócios sustentáveis e com tecnologia de ponta. Seguindo esse caminho, a Greenplac ampliou suas linhas com o lançamento de três novos padrões de MDF – Freijó Amazonas, Bali e Pietra Bronze.

Além disso, abriu um centro de distribuição em Mirassol (SP) – a unidade comporta cerca de quatro mil metros cúbicos de MDF cru nas espessuras de 2,8mm e 25mm e é uma extensão da Greenplac no interior paulista. A decisão estratégica veio da diretoria da empresa para melhorar ainda mais o atendimento de toda a região administrativa de São José do Rio Preto.

Buscando a expansão do mercado no qual atua, a Greenplac também investiu na exportação – a empresa está finalizando todos os testes para a certificação pelo selo CARB (California Air Resources Board), que possibilitará a exportação do MDF da marca para os Estados Unidos. “A possibilidade de expansão dos negócios é o reconhecimento da qualidade que a Greenplac se preocupa em ter em todos os seus serviços e produtos,” afirma José Roberto Colnaghi.

Grupo Asperbras

O Grupo, dos irmãos Francisco e José Roberto Colnaghi, começou sua história com o talento e a perseverança do pai Francisco Colnaghi que, em 1966, ao fundar uma empresa de implementos agrícolas em Penápolis, cidade do interior de São Paulo, deu a largada para o desenvolvimento de um grupo empresarial baseado no compromisso com a qualidade, dedicação em tempo integral e responsabilidade na prestação de serviços. Menos de vinte anos depois, a empresa já era reconhecida em todo o Brasil com a estratégia de investir na fabricação de tubos e conexões de PVC para irrigação agrícola, e de lá para os dias de hoje, a Asperbras se transformou em um dos mais importantes grupos empresariais brasileiros. Hoje, a Asperbras é reconhecida também por atuar nas áreas de engenharia industrial, gerenciamento e montagem de projetos industriais em diversos segmentos, na construção e incorporação imobiliária, e nos setores de alimentos, agronegócio, mineração e geração de energia. O Grupo mantém suas estruturas societárias nacionais e internacionais desvinculadas e independentes, atuando em quase todo Brasil e em três continentes, África, Europa e América do Sul. São mais de três mil profissionais que trabalham em programas, projetos e obras nos principais segmentos da economia mundial. Para o atendimento dos projetos de adução de água e esgoto no Norte e Nordeste, a Asperbras tem duas plantas industriais, sendo uma na Bahia e outra no Rio Grande do Norte. Nos estados de São Paulo, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul atua no segmento de Agronegócio.

Foto de abertura: Complexo industrial Greenplac em Água Clara, Mato Grosso do Sul
Grupo Asperbras
Escritório de Consultoria e Comunicação ECCO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui