A Ford Ranger é uma picape global presente em diferentes mercados do mundo com as mesmas características de robustez e eficiência, seja no Brasil ou nos Emirados Árabes Unidos, onde ela passou por um teste de economia

Dois produtores de conteúdo de Dubai, Mohamed Sirelkhatim e Ahmed Jaffar , foram desafiados a provar a autonomia da Ford Ranger XLS 2.2 turbodiesel.

Munidos apenas de algumas dicas de direção econômica e outra Ranger XLS 2.2 de apoio, eles encheram o tanque de 80 litros e partiram com a proposta de rodar o mais longe possível, em pleno alto verão do Oriente Médio.

“No início, pensamos que a meta de 1.000 km era muito ambiciosa”, diz Jaffar. “Mas à medida que o dia foi passando ficou claro que iríamos bem mais longe”.

Depois de rodar 864 km no primeiro dia e restando ainda um quarto de combustível no tanque, eles sentiram que era possível quebrar a meta. Na verdade, rodaram mais 388 km, somando um total de 1.252 km.

“Quando iniciamos a jornada, não sabíamos exatamente onde iríamos chegar. Pensamos em 500 km, talvez um pouco mais, mas superar os 1.000 km foi realmente incrível”, diz Jaffar.

Dicas de direção

O motor 2.2 Duratorq turbodiesel de quatro cilindros da Ranger é conhecido pela confiabilidade e desempenho, com potência de 160 cv (@ 3.200 rpm) e alto torque de 39,25 kgfm em baixíssimas rotações (1.600 a 2.500 rpm). “Apesar de algumas diferenças no combustível e na calibração da Ranger nos mercados do Oriente Médio e do Brasil, muitos clientes daqui também já comprovaram a boa autonomia e conseguiram rodar mais de 1.000 km com um tanque”, diz Gilmar de Paula, engenheiro-chefe da Ranger na América do Sul.

Como o consumo de combustível depende muito também do modo de dirigir, leia abaixo algumas dicas que ajudam a otimizar a autonomia da picape.

Dirija suavemente – Tente acelerar, frear e manobrar o volante do modo mais suave possível. A direção agressiva – acelerar rápido, correr e frear bruscamente – pode diminuir significativamente a sua autonomia. Olhe à frente e tente antecipar situações que exijam ajustes de velocidade, aceleração e frenagem.

Use o piloto automático – O piloto automático ajuda a manter uma velocidade constante e economizar combustível em longos trechos de rodovia sem a necessidade de monitorar o velocímetro constantemente.

Alivie o peso – Tente viajar com menos carga possível, mantendo somente os itens mais importantes na picape. Tire tudo o que você não for usar.
Diminua a velocidade – Acelerar forte consome mais combustível, fazendo o motor trabalhar em giro maior. Dirigindo a 90 km/h em vez de 100 km/h, você aumenta a economia de combustível em até 15%.

Reduza o arrasto aerodinâmico – A Ranger foi desenhada com boa aerodinâmica, mas transportar cargas altas, ou dirigir com a janela aberta, pode criar resistência extra e arrasto que afetam a economia de combustível. Cobrir a carga pode reduzir o arrasto e, se for adequado, considere transportar itens dentro da cabine em viagens mais longas.

Clique na tela e assista o vídeo

Ford Brasil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui