Empresa é a primeira do setor privado em número de depósitos de pedidos de patentes no Brasil segundo o Instituto Nacional da Propriedade Industrial

A CNH Industrial se destaca no Brasil em número de novos depósitos de patentes. De acordo com relatório do INPI, Instituto Nacional da Propriedade Industrial, a companhia foi a única empresa privada do Brasil entre as dez principais depositantes de novas patentes em 2019, figurando em 7º lugar. Dentre as outras nove, estão oito universidades e a estatal Petrobras.

Somente no ano passado, no Brasil, a CNH Industrial teve 72 publicações entre pedidos de patente e registros de desenho industrial de inventores brasileiros, o que representa um aumento de 118% em relação a 2018. Esse é um importante indicador que demonstra um crescimento consistente e sustentável, baseado em todas as ações de incremento da cultura de inovação da CNH Industrial. Ao todo, a companhia detém mais de 1.300 patentes ativas no Brasil e cerca de 11 mil em todo o mundo.

“Inovação faz parte da agenda estratégica da CNH Industrial. Sempre com foco em produtividade, eficiência e sustentabilidade, temos um o compromisso com o desenvolvimento de novas tecnologias e soluções para nossos clientes em todos os segmentos que atuamos”, afirma Sergio Soares, diretor de Desenvolvimento de Produto e Engenharia Agrícola da CNH Industrial para a América do Sul. “Escrevemos uma história diferente para cada nova solução ou tecnologia que trazemos para o mercado”, completa.

Neste ano, a empresa também foi eleita uma das mais inovadoras do Brasil pelo terceiro ano consecutivo e integrou, pelo segundo ano seguido, o ranking das 10 companhias mais inovadoras do País, pelo Prêmio Valor Inovação Brasil, do jornal Valor Econômico em parceria com a Strategy&, consultoria estratégica do Network PwC.

Esse reconhecimento reflete os constantes investimentos em Pesquisa & Desenvolvimento da CNH Industrial e sua cultura de open innovation – inovação colaborativa. Só no ano passado, a companhia investiu globalmente US$ 1 bilhão em pesquisa e desenvolvimento, sendo 10% desse recurso destinado a projetos da América do Sul.

A CNH Industrial conta, no Brasil, com sete Centros de Pesquisa e Desenvolvimento e mais de 600 engenheiros dedicados. A P&D voltada ao agronegócio é a mais ativa no País e responde pela maior parte das solicitações de patentes da empresa na região.

Foto de aberturaColhedora de cana A8810 Single Row, da Case IH, colhedora com maior número de patentes registradas no Brasil

CNH Industrial

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui