Comprometida em promover a diversidade dentro de suas instalações e fomentar o diálogo para a contribuição de uma sociedade mais justa e igualitária, a Cummins Brasil realizou pelo quarto ano consecutivo o Mês da Diversidade & Inclusão, com ampla programação voltada para o conhecimento, informação e troca de experiências entre os colaboradores e convidados especiais.

As atividades do mês foram planejadas e executadas pelos Grupos de Recursos de Colaboradores (ERG’s), pelo Comitê de Diversidade da Cummins do Brasil e teve como tema central o Racismo e suas vertentes na nossa sociedade.

De acordo com Marco Bologna, diretor de Compras para América Latina e líder do Comitê Brasil de Diversidade da Cummins, “a busca pela equidade e quebra de preconceitos está no nosso DNA. Nesta edição, por conta do distanciamento social, realizamos quatro lives, uma por semana, e o engajamento foi surpreendente; contabilizamos a participação de mais de 600 pessoas e ampliamos ainda mais as possibilidades ao envolvermos também os familiares dos nossos colaboradores na busca de conhecimento e informação”.

O primeiro encontro abordou a temática “Vamos tirar o racismo do armário?” e os representantes do ERG Pride, também colaboradores da Cummins Brasil, Andrew Labatut, João Carlos e Vanderlei Silva, contaram suas vivências de racismo e homofobia ao mesmo tempo em que despertaram a consciência do público presente de que as pessoas podem praticar o racismo mesmo sem a intenção. Além disso, orientaram sobre como podemos melhorar o nosso viés inconsciente.

“Racismo e o tempo: o que mudou?” foi a live liderada pelo ERG Gerações da Cummins que trouxe para o debate três convidados de gerações distintas. Os colaboradores Jefferson Silva, Larissa Oliveira e Glaucio Soares dividiram momentos críticos, como a busca pelo primeiro emprego, estudos e obstáculos já enfrentados por serem afrodescendentes no Brasil.

Com a participação e apresentação de Flavia Martins, poeta e diretora de marketing da empresa TransUnion, em parceria com a colaboradora da Cummins Brasil, Valana Feliciano, o tema “Conhecimento e sororidade, duas grandes ferramentas do empoderamento feminino e aceitação”, foi debatido entre os participantes que aprenderam muito sobre o poder de fala da mulher negra e os desafios de ser mulher em uma sociedade que não reconhece e valoriza o gênero.

Como questionamento para o último encontro que marcou o Mês da Diversidade & Inclusão nas ações da Cummins Brasil, “o que é capacitismo”? O ERG para Pessoas com Deficiência trouxe discussões importantíssimas sobre os conceitos, muitas vezes impostos pela sociedade, de que as pessoas são ‘perfeitas’. Os convidados internos e externos relataram como é o dia a dia de uma pessoa com deficiência e como o capacitismo pode ser nocivo para o desenvolvimento desses indivíduos.

De carona com as ações de Diversidade & Inclusão, a Cummins Brasil, com o suporte da área de Recrutamento & Seleção, tem apoiado a atração de talentos, divulgando como o interessado pode se inscrever para fazer parte do Banco de Talentos de Diversidade para futuras oportunidades, pelo:
https://cummins-brazil.jobs/s%C3%A3o-paulo-bra/banco-de-talentos-diversidade/D79DC177541E410B899832E8FCCDDFA9/job/

Todas as lives do Mês da Diversidade & Inclusão promovidas pela Cummins Brasil foram pensadas para trazer à tona assuntos que influenciam diretamente nas relações interpessoais da sociedade. Para assisti-las, basta acessar o canal: https://www.youtube.com/user/CumminsBR/videos

Cummins Brasil
Textofinal de Comunicação Integrada

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui