100 formandos dos Ensinos Médio e Superior 
foram premiados em cerimônia on-line 

São anos de estudo e dedicação. Às vezes, à noite ou até mesmo em fins de semana para entender fórmulas e teorias, sempre na busca de novos conhecimentos. Após um ano desafiador, 100 jovens, entre os quais 66 mulheres e 34 homens, foram homenageados na 24ª edição do “Prêmio de Educação Sergio Marchionne”, promovido pela Fiat Chrysler Automóveis (FCA) e CNH Industrial.

Realizado nesta quinta-feira (10), a cerimônia virtual foi um importante momento para reconhecer e valorizar os formandos de 2019, filhos e filhas de empregados da FCA e CNH Industrial, que se destacaram com os melhores desempenhos escolares nos Ensinos Médio e Superior. Transmitido pelo canal do prêmio no YouTube, o evento foi comandado pelo ator e apresentador Gabriel Louchard e contou com a presença do biólogo e pesquisador Átila Iamarino, que fez uma palestra inspiradora sobre sua experiência e formação profissional.

De acordo com Átila, os jovens devem estar preparados para se adaptarem às mudanças. “Muitas profissões estão mudando. Somente com estudo e acesso às informações, vocês saberão como se adequar às necessidades novas”, aconselhou.

Dos 100 jovens premiados, 80 são formandos do Ensino Médio e receberam um prêmio de R$ 4 mil, cada. Os outros 20 são do Curso Superior e receberam R$ 8 mil cada. Um dos premiados foi Leonardo de Carvalho, filho de empregado da FCA. Recém-formado em Engenharia Civil, Leonardo é um veterano. Ele recebeu a premiação na categoria Ensino Médio anos atrás. “Essa conquista é inspiração para meu irmão e meus primos”, contou. O valor da premiação já tem destino certo: ajudar na compra do primeiro carro.

Amabily Bosco da Silva foi uma das vencedoras na categoria Ensino Médio. “A educação é uma base muito importante na vida de uma pessoa”, reconheceu Amabily, que atualmente cursa Psicologia. Ela segue os passos do pai que, em 1999, também recebeu o Prêmio de Educação. Na época, o avô dela trabalhava na CNH Industrial.

O presidente da FCA para a América Latina, Antonio Filosa, destacou a importância da educação. “A Fiat Chrysler Automóveis fez da educação o pilar fundamental e uma plataforma de atuação em todos os territórios onde socialmente e industrialmente temos grande presença no Brasil. A educação é um motor que traz igualdade de oportunidades para o nosso desenvolvimento como pessoas e profissionais”, frisou. “Sabemos que investir na educação é investir no futuro, é investir na formação de cidadãos, cada vez mais preparados, críticos e defensores de seus propósitos. Acreditamos que a educação é o caminho para transformar nossa sociedade”, completou o presidente da CNH Industrial para a América Latina, Vilmar Fistarol.

A premiação deste ano teve 214 inscritos e a definição dos premiados baseou-se no desempenho escolar, com análise de uma banca de jurados. Desde o ano passado, a premiação mudou de nome para homenagear Sergio Marchionne, dirigente dos Grupos FCA e CNH Industrial, que faleceu em 2018. A cerimônia, que ocorre anualmente desde 1997 globalmente, já premiou mais de 2,5 mil estudantes e distribuiu mais de R$ 9 milhões em prêmios. Na edição brasileira, participam filhos de empregados das unidades da FCA e CNH Industrial em Belo Horizonte, Contagem, Betim, Lavras, Nova Lima (MG), Curitiba (PR), Goiana (PE), Amparo, Hortolândia, Mauá, Piracicaba, Santo André e São Bernardo (SP).

Fiat Chrysler Automóveis.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui