Editora Morro Branco comprou os direitos para lançar no país a obra de ficção científica da autora norte-americana Lily Brooks-Dalton

Em breve, os leitores brasileiros poderão conhecer a obra que deu origem ao filme de ficção científica “O Céu da Meia-Noite”, dirigido e estrelado por George Clooney e uma das grandes apostas da Netflix para o Oscar do ano que vem. A editora Morro Branco adquiriu os direitos do livro homônimo (em inglês “Good Morning, Midnight”, de 2016), da escritora norte-americana Lily Brooks-Dalton, e planeja seu lançamento no país para o primeiro semestre de 2021.

O filme, que chega ao catálogo da Netflix nesta quarta-feira, dia 23 de dezembro, traz Clooney como Augustine, um cientista brilhante que dedicou toda a sua vida às estrelas. Isolado na beleza gélida e eletrizante de uma base de pesquisa no Ártico, ele observa o universo à procura das origens do próprio tempo. Exceto por Iris, uma criança que foi deixada para trás quando os outros pesquisadores partiram, Augie está sozinho, especialmente depois que as ondas de rádio pararam de chegar. Já Sullivan (Felicity Jones) é uma especialista em comunicações que deixou sua família para trás para embarcar no Aether. Depois de ir até Júpiter, a missão está finalmente voltando para a Terra. Porém, quando todas as comunicações param de chegar, ela se pergunta o que os aguarda neste retorno.

A obra se encaixa bem no universo da Morro Branco, que atua há quatro anos no mercado editorial e busca construir um catálogo variado que inclui desde thrillers psicológicos até distopias — além de valorizar a leitura e a interpretação social ao explorar temas como preconceito, LGBTQI+, feminismo, racismo e meio ambiente. A editora também prioriza a literatura global e mescla autores clássicos e debutantes ao redor do mundo, tendo em sua curadoria nomes como Octavia Butler, Victor Lavalle, Ursula Le Guin e Margaret Atwood.

Atômica – PR & Influencers

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui