Atravessar um processo de sucessão não é tarefa simples, mas o Grupo Trambusti faz  a transição de comando de Fausto Raphael Trambusti para o (atual) Presidente e CEO Francisco Carlos Munhoz com tranquilidade.

“Nosso fundador e Presidente Emérito do Conselho deu início ao processo sucessório e passagem de comando há 5 anos, concluído com êxito, porque sabia dos compromissos da empresa. A força do seu legado nos motiva a continuar, firmes”, disse o dirigente, ao comunicar o falecimento do sr. Fausto, ocorrido no último dia 13.

O Grupo Trambusti, que aposta na recuperação do mercado automotivo em 2021, é pioneiro e líder no desenvolvimento de soluções termoacústicas para a indústria automobilística e para rodar suas linhas e permitir a criação de novos produtos, os investimentos são constantes.

“Este é um dos legados do fundador, o sr. Fausto Trambusti, que sempre acreditou no potencial de mercado e naquilo que produzimos, alinhados à inovação e sustentabilidade”, ressalta Carlos Munhoz, ao lamentar a morte do fundador.

Depois da crise do ano passado, com o setor sendo duramente atingido, a Formtap e demais empresas do Grupo Trambusti projetam “a volta por cima”, com crescimento impulsionado por novas tecnologias, processos e produtividade.

Empregos

Em 2019 a Organização superou os R$ 300 milhões de faturamento e a geração de 1.500 empregos diretos. “Desde 1933 passamos por duas guerras, revoluções e uma série de planos econômicos, mas sempre procuramos nos superar e surpreender o mercado”, destaca o dirigente, sempre exaltando a história e o trabalho do sr. Fausto.

Como todo o país, em 2020 os negócios foram abalados (lembrando que a indústria automobilística chegou a paralisar em 100% logo após a decretação da pandemia, pela Organização Mundial da Saúde – a OMS). Agora, na retomada, o CEO do grupo espera um crescimento nesta readequação de mercado.

Francisco Carlos Munhoz, Presidente e CEO do Grupo Trambusti

E para que isto aconteça, ele lembra que o Grupo Trambusti manterá o nível de investimentos e pesquisas anteriormente aprovados pelo Conselho. “O mundo está em acelerada transformação e a indústria automobilística, com a qual trabalhamos, é pioneira nisso, por isso estamos perfeitamente alinhados com as tendências e nos manteremos atentos ao negócio”, garante Munhoz, destacando o mercado de veículos elétricos e da indústria 4.0. Além do Centro de Inovação ocupando-se de pesquisas permanentes para o desenvolvimento de novos produtos e melhoria de processos, ele destaca a gama de outros investimentos com o objetivo de suportar as demandas e exigências futuras.

Inovação

Nos últimos anos foram adquiridas duas linhas completas de feltros agulhados, importadas da Itália; houve implantação de inovadora linha de fabricação de isoladores com fibras injetadas; desenvolvimento de nova linha contínua para produção de tetos – e automação das atuais linhas para este fim –, fundamentada nos conceitos da indústria 4.0; aquisição de oito novas células de robôs para corte de produtos; aquisição de 10 prensas de alta tonelagem para conformação de produtos, além da construção de 18.000m² de área para expansão dos negócios, em Porto Feliz, interior de São Paulo.

O Grupo Trambusti é composto de uma unidade em Diadema, uma em Sorocaba e duas em Porto Feliz, todas no interior de São Paulo. Tem ainda unidade operacional em Betim/MG e realiza operações logísticas a partir de São Bernardo do Campo/SP, Taubaté/SP e Betim/MG. Para movimentar essa estrutura são empregadas 1.500 pessoas, diretamente, com o que são gerados aproximadamente outros 6.000 empregos indiretos e uma vultuosa arrecadação de impostos, sempre variável, nas três esferas.

Sustentabilidade

O Grupo Trambusti iniciou suas atividades com a produção e venda de capachos e tapetes domésticos e comerciais utilizando-se de fibras naturais. Desenvolvida essa expertise, e arrojo empresarial, foi pioneira no fornecimento de tapetes, forros e isolamentos térmicos e acústicos para automóveis e caminhões. “Nós nascemos em 1933. O meu pai trabalhava com fibras de coco e de sisal para a indústria de eletrodomésticos”, lembrava o fundador Fausto Raphael Trambusti, que desde os 14 anos vivenciou o que hoje é o Grupo Trambusti – um conglomerado sólido de empresas, nos estados de São Paulo e Minas Gerais. Aliás o próprio Fausto, que se confessava um apaixonado por automóveis, é que “virou a chave” e mudou o mix de produtos, em 1956, aproveitando o surgimento da indústria automobilística no Brasil. E costumava brincar, deixando o ensinamento: “Nós nunca jogamos nada fora, sempre aproveitamos todas as aparas. Portanto, falar em sustentabilidade para gente nunca foi novidade”.

E a aposta é perene, pois o grupo tem uma unidade exclusiva, em Porto Feliz/SP, para processar as aparas e transformá-las em novas fibras e, daí, em produtos de isolamento acústico. Ganha a empresa, reaproveitando parte da matéria-prima, ganham os clientes das montadoras e ganha o planeta e o meio ambiente que não recebe nada de descarte industrial. Para se ter ideia dessa prática sustentável, somente em 2019 foram recicladas 2,3 milhões de kg em aparas.

Com a passagem do decano, o grupo está sensibilizado, mas reafirma o compromisso com o futuro. “Além deste DNA em sustentabilidade e inovação, olhamos sempre com muita atenção para nosso corpo de colaboradores, oferecendo-lhes o máximo em oportunidade dentro da própria organização. E o futuro é algo presente em nosso dia a dia. Nós sempre buscamos antecipar tendências e criar condições para o desenvolvimento do mercado”, reforça o atual Presidente e CEO, acrescentando que o grupo continuará buscando métodos avançados de engenharia de produção e a pedra-de-toque que o leva a suprir às maiores montadoras do país com materiais e soluções termoacústicas: o atendimento de excelência aos clientes.

“Vivenciamos o início da ruptura mundial no setor automotivo, que vem alterando a dinâmica de negócios dos fabricantes de veículos, fornecedores de autopeças, concessionárias e de toda a cadeia de valor desta indústria. E esta ruptura está sendo motivada pela mudança de comportamento do mercado e das novas gerações, incentivando o compartilhamento de veículos, o desenvolvimento de veículos elétricos, autônomos, sustentáveis, bem como a conectividade e novas soluções de mobilidade e logística. Assim, precisamos ficar sempre atentos e acompanhando tendências para estarmos um passo à frente”, conclui Munhoz ao destacar que o Grupo sempre prezou pela inovação e sustentabilidade.

Grupo Trambusti
Virtual Comunicação & Sustentabilidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui